Após polêmica, Gatlin não entra em lista final de melhores do ano da IAAF

18/10/2014 11:20

Federação Internacional de Atletismo anuncia quem disputa o prêmio de 2014. Novo recordista da Maratona de Berlim aparece na lista. Valerie Adams é destaque feminino.

 

Após a polêmica envolvendo a presença do americano Justin Gatlin na lista dos 10 finalistas ao prêmio de melhores do ano pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF), o americano acabou ficando fora do trio final da disputa masculina. Nesta sexta-feira, a entidade anunciou quais atletas vão disptuar o prêmio de 2014. 

No masculino, Mutaz Barshim (Catar, salto em altura), Dennis Kimetto (Quênia, maratona) e Renaud Lavillenie (França, salto com vara) seguem na briga.  Atual campeão olímpico do lançamento de disco, o alemão Robert Harting pediu para ter seu nome retirado da lista por conta da presença de Gatlin, que já foi punido por doping, e não foi selecionado. Os vencedores serão anunciados em um evento no dia 21 de novembro, em Mônaco.Diante da polêmica criada com sua presença no top-1, Gatlin chegou a se defender em entrevista à agência de notícias "Associated Press", apontando que não houve comentários do tipo em relação a vitórias e medalhas, como quando foi bronze nos 100m nos Jogos Olímpicos de Londres. Em 2006, o americano falhou em um teste por uso de testosterona e ficou longe das pistas por quatro anos, além de ter sido suspenso por uso de estimulante anteriormente. Em 2014, ele foi o destaque dos 100m e 200m. 

Na disputa feminina, as finalistas são Valerie Adams (Nova Zelândia, arremesso de peso), Genzebe Dibaba (Etiópia 500m, 3000m) e Dafne Schippers (Holanda, 100m, 200m)

Neste ano, o astro do atletismo Usain Bolt não figurou entre os finalistas. Ele competiu em poucas provas, descansando e também se recuperando de lesão no pé. Uma das competições foi no Rio de Janeiro. O jamaicano venceu a premiação em 2008, 2009, 2011, 2012 e 2013. Em 2010, o prêmio masculino ficou com David Rusidha, recordista dos 800m.