Após série de polêmicas, presidente de federação russa deixa o cargo

19/02/2015 06:23

Depois de denúncias de doping no esporte do país Valentin Balakhnichev renuncia.

 
O presidente da Federação Russa de Atletismo deixou o cargo após escândalos de doping envolvendo a atletas do país. Valentin Balakhnichev tomou a decisçao um mês após cinco atletas, inclusive três campeões olímpicos serem punidos. Um técnico também havia deixado o cargo. De acordo com a rede britânica ''BBC'', o vice-presidente Vadim Zelichenok assumirá a posição. 

O ex-presidente está há 25 anos na função. Em dezembro, um documentário alemão causou polêmica no atletismo russo afirmando que um número expressivo de atletas do país fazia uso de doping.  O filme também acusava a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) de encobrir. 

Contando os casos recentes, já chegou a 25 o número de atletas russos flagrados no doping desde a implantação do passaporte biológico, em 2009. No fim do ano passado, a imprensa europeia denunciou vários casos de doping e corrupção no atletismo russo. A campeã olímpica dos 800m nos Jogos de Londres 2012, Maria Savinova, e a tricampeã da Maratona de Chicago, Liliya Shobukhova, foram acusadas pelo canal de televisão alemão ARD e pelo jornal esportivo francês L'Equipe de serem as principais envolvidas em casos de uso de substâncias proibidas.