Aquecimento olímpico: Rio terá evento urbano de salto com vara e distância

06/01/2016 05:08

Super Salto será em fevereiro e tem nomes como Fabiana Murer e Mauro Vinicius da Silva confirmados. Entre as atrações estrangeiras grego e alemão são os destaques.

O clima olímpico vai chegar nas ruas do Rio de Janeiro antes mesmo do dia 5 de agosto, data da abertura dos Jogos de 2016. Neste começo de ano, a cidade receberá um evento inédito de atletismo. No dia 28 de fevereiro, nomes de peso do cenário nacional e internacional vão competir no Super Salto. O local escolhido ainda será anunciado, mas se trata de uma competição urbana, que leva as provas de salto com vara e salto em distância para o coração da cidade. O evento faz parte do Verão Espetacular e será transmitida pela TV Globo, dentro do Esporte Espetacular.

Esse circuito já passou por cidades da Alemanha e da Áustria, levando provas para as ruas. Ás vésperas das Olimpíadas, a De Castilho Sports e a Ten Sports Marketing, em parceira com a Golden Fly Series, adquiriram os direitos de trazer para o Brasil esse conceito.

- Pretendemos com o Super Salto dar ao público carioca um gostinho do que o ano de 2016 promete. Traremos para junto da galera alguns dos nomes mais importantes do atletismo mundial e, pela primeira vez nas Américas, teremos as modalidades salto com vara e salto em distância exibidas no meio da rua, a poucos metros dos torcedores -  Virgílio de Castilho, diretor da De Castilho Sports.⁠⁠

Campeã mundial de 2011 e atual vice-campeã do mundo no salto com vara, Fabiana Murer está na lista de confirmados. No salto em distância, o bicampeão mundial indoor, Mauro Vinicius da Silva, o Duda, também competirá. Outros nomes de expressão como Augusto Dutra (salto com vara) e Keila Costa (salto em distância) estão na lista.

Os destaques internacionais, por enquanto, são também do salto com vara, como o grego Konstandínos Filippidis, atual campeão mundial indoor, e o argentino German Chiaraviglio, atual vice-campeão pan-americano. 

No salto em distância, outro nome de destaque é o alemão Markus Rehm, que usa uma prótese no lugar da perna direita, amputada. Ele conseguiu a incrível marca de 8,40m, ficando com o título do Mundial Paralímpico de Atletismo em Doha, no ano passado. Porém, a expressividade de seu salto se dá em comparação às últimas Olimpíadas. O britânico Greg Rutherford conseguiu a medalha de ouro em Londres, em 2012, saltando 8,31m, e com isso voltaram as discussões se os atletas paralímpicos poderiam disputar os Jogos Olímpicos. Outros nomes serão confirmados em breve.

- O Super Salto chega para engajar a população com duas das modalidades mais importantes do atletismo. O público terá chance de sentir a adrenalina e compartilhar de muito perto a emoção dos atletas em cada tentativa de salto, em um evento muito atraente - completou Fernando Bó, diretor da Tensports Marketing.