Bolt chama de "ridícula" ameaça de saída dos 200m dos Jogos Olímpicos

19/12/2014 21:39

Jamaicano, estrela principal do Atletismo, não crê que prova da qual é bicampeão possa ficar fora do programa olímpico em função de reformas anunciadas pelo COI.

 

O jamaicano Usain Bolt se mostrou contrariado com as especulações de que a prova dos 200 metros estaria com os dias contados no programa dos Jogos Olímpicos. O velocista seis vezes campeão olímpico classificou de “ridícula” a possibilidade, levantada por um jornal australiano, e ressaltou a importância da prova na modalidade, que venceu nos Jogos de 2008 e 2012.

- Normalmente não sou uma pessoa controversa, mas acho que isso é estupidez. Pessoalmente acho que o Atletismo é o esporte principal dos Jogos Olímpicos, nem se questiona isso. Então, se você quer tirar alguns eventos do atletismo, acho que é ridículo e não acho que a IAAF (Federação Internacional de Atletismo) irá permitir que aconteça - afirmou Bolt à agência de notícias Reuters.O Comitê Olímpico Internacional votou na semana passada um amplo pacote de reformas que podem mudar radicalmente o esporte olímpico, mas não mencionou modalidades ou provas específicas. Segundo um jornal australiano, a prova dos 200 metros seria uma das cinco disputas sob risco no programa dos Jogos.

Em resposta, a IAAF já havia comunicado nesta semana que nenhum crédito deveria ser dado à "especulação infundada" a respeito de possíveis mudanças no programa de atletismo dos Jogos Olímpicos.

- Apesar de a agenda olímpica de recomendações para 2020 ter sido publicada na sessão da semana passada, não há detalhes ou propostas específicas tomadas pelo COI sobre a forma ou como elas serão implementadas.