Campeão mundial do salto triplo falta a três testes antidoping e é suspenso

21/06/2014 16:09

Teddy Tamgho admite negligência e ficará fora das competições por um ano.

Campeão mundial do salto triplo, Teddy Tamgho foi suspenso pelo período de um ano, por não ter informado à Federação Internacional de Atletismo (Iaaf) seu paradeiro em três ocasiões e não ter sido encontrado para a realização de testes antidoping fora de competição. De acordo com o jornal "L'Equipe", o francês falhou em três oportunidades: dezembro de 2012, janeiro e março de 2014. Em uma delas, disse não ter ouvido o toque do interfone ou as batidas na porta. Na última vez, viajou às pressas para visitar seu treinador e alegou não ter conseguido se conectar ao sistema para comunicar.

O francês de 24 anos admitiu a sua negligência e terá 45 dias para apelar da decisão. A punição poderia ter chegado a dois anos, mas conselho disciplinar da federação de seu país, não duvidando de sua boa-fé, aplicará a pena mínima. A suspensão de Tamgho é retroativa a 18 de março de 2014.

Por conta de uma cirurgia na tíbia esquerda, realizada em dezembro, ele já não competiria nesta temporada realizada em dezembro. O objetivo de Tamgho é voltar bem para a disputa do Mundial de Pequim, em agosto de 2015. Ele é dono da terceira melhor marca de todos os tempos (18,04m). O britânico Jonathan Edwards obteve 18,29m em 1995, enquanto o americano Kenny Harrison saltou 18,09m, um ano depois.