Campeão olímpico, Mo Farah pede que atletas dopados sejam banidos.

10/01/2016 17:09

Medalhista de ouro nos 5.000, e 10.000m nos Jogos de Londres, britânico dispara: "Qualquer um que obtiver resultados com doping deveria ser proibido de competir".

Principal corredor de provas de fundo da atualidade, o britânico Mo Farah quer que a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) aperte ainda mais o cerco contra os competidores pegos no exame antidoping. Para o atual campeão olímpico dos 5.000m e 10.000m, qualquer atleta pego no exame antidoping deve ser banido para o resto da vida:

- Qualquer um que obtiver resultados com doping deveria ser proibido de competir, não deve ter chance de voltar após ser punido - disse o corredor, que conquistou a prata em um evento de cross-country, realizada no sábado, na Escócia.

Além das medalhas de ouro nas Olimpíadas, Mo Farah é o atual tricampeão mundial dos 5.000m (2011, 2013 e 2015) e bicampeão dos 10.000m (2013 e 2015).

O assunto veio à tona pois Mo Farah competiu neste sábado na Escócia e um de seus rivais foi o etíope naturalizado espanhol Alemayehu Bezabeh. O atleta, que derrotou Farah no Campeonato Europeu de 2008, foi pego no exame antidoping e ficou suspenso entre 2011 e 2013, mas pôde voltar a correr. Na disputa deste sábado, foi apenas o 25º colocado.

- Eu confio em mim. Eu não sei se confio em mais ninguém, isso é tudo que posso fazer - disse Mo Farah.