Com a presença de Vettel, 'maratona' terá largada simultânea em 38 países Missão da prova, que terá vários atletas profissionais, é arrecadar fundos para a 'Wings for Life', que busca cura para pessoas com lesão na medula espinhal

14/10/2013 17:14

Com o tricampeão da Fórmula 1 Sebastian Vettel como um dos mais conhecidos participantes e garoto-propaganda, a "Wings for Life World Run" promete agitar o dia 4 de maio de 2014 com uma proposta bastante ousada: unir milhares de corredores, amadores e profissionais, ao redor de todo o mundo, para uma prova inédita de atletismo. A largada acontecerá simultaneamente em 38 países de cinco diferentes continentes, respeitando os fusos horários, com a missão de arrecadar fundos para a "Wings for Life", entidade beneficente que ajuda pessoas com lesão na medula espinhal e busca uma cura para o problema.

Dentre tantos participantes em toda a extensão da Terra, serão apenas dois "Global Champions" (do inglês, "Campeões Globais"), um homem e uma mulher. Apesar disso, cada localidade de largada terá dois vencedores, um do sexo masculino e um do feminino, como "campeão local". Cerca de meia hora após o início oficial da prova, um "carro-pegador" sairá da largada em cada país, no mesmo percurso dos competidores. A prova acaba para quem for ultrapassado pelo veículo. Para sair com o troféu principal do evento, é preciso ser o último de seu gênero em todo o globo terrestre a ser alcançado.

O Brasil ainda não tem a cidade de largada confirmada, assim como França, Reino Unido, Holanda, Suíça, Turquia, Coreia do Sul e Nova Zelândia. Contudo, na arte do evento é possível ver uma ilustração do Cristo Redentor e da Torre Eiffel, entregando que ela acontecerá a partir do Rio de Janeiro, no Brasil, e de Paris, na França. No país, a largada será às 7h (de Brasília). Além disso, o Egito, que não está marcado no site oficial do evento, é representado pelas Pirâmides de Gizé na arte, mostrando que o Cairo também deverá participar.

Entre os países com estados e cidades confirmadas estão: Argentina (Pinamar), Chile (Santiago), Peru (Lima), México (Cancún), Estados Unidos (Flórida, Colorado, New Jersey e Califórnia), Canadá (Saskatoon), Portugal (Comporta), Espanha (Barcelona), Irlanda (Kerry), Alemanha (Darmstadt), Itália (Verona, apesar de que o Coliseu na arte do evento também entrega que pode haver largada em Roma), Croácia (Zadar), Eslovênia (Ljubljana), Áustria (Donautal), Eslováquia (Bratislava), Polônia (Poznan), Suécia (Kalmar-Öland), Noruega (Stavanger), Ucrânia (Kiev), Romênia (Bucareste), Geórgia (Kakheti), África do Sul (Cidade do Cabo), Índia (Haryana), Taiwan (Hualien) e Austrália (Busselton).

Além de corredores amadores e profissionais, muitos atletas e ex-esportistas correrão a prova. Sebastian Vettel, que corre a Fórmula 1 pela equipe Red Bull, é o principal. Mas os ex-pilotos David Coulthard e Eddie Jordan, o windsurfer Robby Naish, o corredor cadeirante Thomas Geierspichler, os velejadores Hans Peter Steinacher e Roman Hagara, a corredora de longas distâncias alemã Sabrina Mockenhaupt, e o ex-esquiador que virou piloto de corridas, Luc Alphand, também participarão da "Wings for Life World Run".

As inscrições vão até o dia 20 de abril de 2014. Somente quem a completar até 23 de fevereiro terá seu nome impresso em seu número de participação. Para se inscrever, é preciso ter mais de 18 anos e preencher um formulário no site da prova. Além de ajudar a instituição beneficente, os "Global Champions" ("Campeões Globais") terão como prêmio uma viagem ao redor do mundo. Já os "campeões locais" poderão escolher qualquer cidade do mundo para largar na próxima edição da "Wings for Life World Run".