Corrida do MP abre espaço para deficientes visuais competirem, no AP

07/12/2013 12:19

Cerca de 800 competidores estão inscritos na Corrida do Ministério Público e distribuídos em quatro categorias. A prova acontece neste domingo (8)

Pela primeira vez no Amapá uma disputa de corrida de rua é aberta para deficientes visuais totalmentes cegos. A prova é válida pela Corrida do Ministério Público, que acontece neste domingo (8). O evento esportivo tem como tema "Corrupção: corra desse mal!", e faz parte da programação da semana nacional do MP.A competição vai reunir cerca de 800 competidores. Com 7 km de percurso para as categorias masculino e feminino, na faixa-etária de 16 à 60 anos e 2 km para cadeirantes e deficientes visuais. O trajeto da prova será entorno das principais ruas do Centro e da Zona Sul de Macapá.

- É uma grande evolução para os nossos atletas poderem competir em uma categoria que antes nunca era presente nas provas de rua, no Amapá. Isso estimula com que outras pessoas com deficiência visual pratique a corrida, - explicou Marlon Gomes, presidente da Associação Amapaense de Esporte para Pessoas com Deficiência.Gilson Machado participa pela primeira vez da corrida. Ele é deficiente visual e há pouco tempo conheceu o esporte. Gilson diz estar preparado para a disputa de domingo.

- Apesar do pouco tempo, não me sinto intimidado em relação aos demais competidores. Estamos prontos para vitória, - afirmou.Ao contrário do Gilson, o cadeirante Luiz Miranda participa pela terceira vez da corrida. Ele foi campeão na edição de 2011. Na competição do ano passado, Luiz perdeu o horário da largada, mesmo assim conseguiu competiu, porém não pontuou. Dessa vez, ele promete não se atrasar.

- A questão é acordar cedo, já que a prova começa às 7h (horário local). Não quero me atrasar. Vou em busca do primeiro lugar. Sinto que essa disputa é minha, - comentou.

A novidade para esta edição será a implantação de um chip no tênis dos competidores que irá calcular o tempo gasto durante a corrida. De acordo com o organizador da competição, promotor Flávio Cavalcante, atletas do Pará, Distrito Federal e Santa Catarina confirmaram presença no evento.