Daniel Chaves debutará na maratona em Amsterdam

14/10/2013 17:07

O atleta Daniel Chaves, atual vice-campeão brasileiro de 10.000 m (julho), 5º colocado geral na Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro (agosto) e 2º colocado geral na Meia Maratona de La Ceja, cidade a 2600 metros de altitude na Colômbia (outubro), traçou uma meta ambiciosa para sua estreia nos 42,195 quilômetros, no dia 20 de outubro, na Maratona de Amsterdam: figurar entre as 10 melhores marcas de todos os tempos na distância entre os atletas brasileiros (*), feito que também o deixaria próximo a Marilson Gomes dos Santos, o maior nome brasileiro da atualidade na modalidade (que em setembro cravou 2:09:24 na Maratona de Berlim).

“Ainda não tenho as marcas do Marilson, mas quero ter. Pelo treinamento que fiz, pelo que conheço do meu corpo, posso afirmar que estou preparado para completar a maratona por volta de 2:09. Para ser mais exato, arrisco 2:09:46. E costumo acertar minhas previsões”, diz com segurança o corredor de 25 anos, da Equipe Filé & Marcia Narloch, do Rio de Janeiro, patrocinado pela marca esportiva Puma.

Com o encerramento da temporada na altitude (em La Ceja), Daniel seguiu para Amsterdam, onde agora faz o polimento final e entra no clima da cidade que tão bem conhece, visto que já morou na capital holandesa. Inclusive ele foi “coelho” (corredor encarregado de marcar o ritmo) na Maratona de Amsterdam, em 2011, e puxou os corredores de elite até o quilômetro 30, quando o queniano Wilson Chebet estabeleceu o recorde da competição, com 2:05:50.

“Até o 30 todo mundo pode chegar. A partir dali é sua vida em jogo. É o que você carrega em seu interior que te faz correr os últimos 12 quilômetros. Se estarei nesse pódio, não sei. Mas sei que vou fazer o meu melhor, baseado no intenso trabalho físico e psicológico dos últimos meses, nesse será o maior desafio da minha carreira. Afinal, quem não arrisca, não petisca”, analisa.