De olho em recorde, Thiago e Augusto têm duelo com campeões em Eugene

31/05/2014 12:45

Brasileiros do salto com vara abrem temporada no exterior diante de medalhistas dos Mundiais indoor e outdoor. Estapa da Diamond League marca volta de David Rudisha

A corrida está ensaiada, as passadas sincronizadas para que o voo seja cada vez mais alto. Depois de dois meses de treinamento, Thiago Braz e Augusto Dutra estão prontos para entrar para valer na temporada outdoor do salto com vara. Os dois serão os únicos brasileiros na etapa da Diamond League de Eugene, nos Estados Unidos, neste sábado, às 16h25 (de Brasília). Eles terão um duelo contra os principais rivais, incluindo o francês Renaud Lavillenie, recordista mundial da prova. Será a primeira de 11 competições da dupla no exterior, e a meta é estabelecer novo recorde sul-americano, que hoje pertence a Thiago, com a marca de 1,83m - Augusto já o foi recordista ao saltar 1,82m.

- Conseguir colocar dois brasileiros nessas provas de elite já é bem difícil. E a temporada ao ar livre está apenas começando, Eugene vai ser a terceira competição do Thiago e do Augusto depois da temporada indoor. Eles treinaram muito bem, são novos, estão em evolução, mas também chegaram a um nível, acima de 5,80 m, em que melhorar começa a ficar mais complicado. Em Eugene, tem de saltar acima de 5,70m e aí partir para os 5,80m, que eu acho que já garantiria os dois nas próximas competições, tentando sempre evoluir. Quero a melhor marca em alguma competição. Quero ver um 5,85m ou um 5,90m - disse o técnico Elson MirandaDepois de disputarem a final do Mundial em pista coberta de Sopot, Thiago e Augusto participaram dos Jogos Sul-Americanos e do Grand Prix de São Paulo, mas foram apenas aquecimentos. Os saltadores passaram mais de três meses treinando no exterior junto com mais três atletas da equipe de São Caetano do Sul: Fabiana Murer, Karla Rosa e Fábio Gomes da Silva - os dois últimos voltam ao Brasil no início de agosto.

Thiago e Augusto pretendem brigar pelo título da Diamond League e também buscam uma das duas vagas da América na Copa Continental, em Marrakesh, nos dias 13 e 14 de setembro - apenas um por país pode se classificar. O primeiro desafio do período será duro. Recordista mundial, Lavillenie já mostrou estar recuperado da lesão no pé que o tirou do Mundial de Sopot e venceu a primeira etapa da liga. Os três medalhistas da competição na Polônia também estarão em ação: o grego campeão Konstantinos Filippidis, o alemão vice-campeão Malte Mohr e o tcheco Jan Kudlicka. Completa a lista de destaques o atual campeão mundial outdoor, o alemão Raphael Holzdeppe.

- É preciso ter bons resultados para confirmar presença nesse circuito elitizado. Os dois já estão garantidos em Eugene. Em Oslo (etapa do dia 11 de junho), apenas o Thiago. Então, para o Augusto, é importante fazer uma boa marca em Eugene para poder entrar na etapa da Noruega. Vamos nos concentrar nas disputas da Diamond League, e quero que eles alcancem boas marcas desde o início para se manterem até o final, até a etapa de Bruxelas, em setembro - disse Elson Miranda.Quarto colocado no Mundial de Sopot e campeão mundial juvenil, Thiago Braz mira um voo alto em Eugene antes do período de treinos na Europa.

- Estou legal, treinei bastante. Eugene vai ser apenas a minha terceira competição do ano, mas espero já conseguir um bom resultado. Quero me classificar bem na Diamond League e depois, na Europa, treinar um pouco mais também. Já estou acostumado a passar bastante tempo fora de casa, a distância não vai me atrapalhar. Acredito que vou fazer boas marcas lá fora - disse o saltador de 20 anos.

Sétimo colocado no Mundial de Sopot, Augusto Dutra está mais preocupado em encaixar sua técnica do que em conseguir marcas expressivas em Eugene.

- Estamos mexendo na minha corrida, na velocidade. Já apliquei as mudanças nos últimos treinos e deu tudo certo. Não quero competir em Eugene me sentindo pressionado por resultado. Estou encarando a prova como um treino de luxo para acertar o salto.

01

O campeão voltou? Rudisha retorna às pistas

Além da forte prova do salto com vara, a etapa de Eugene tem entre seus destaques os 800m rasos masculino. Será o retorno às pistas do queniano David Rudisha. O campeão olímpico e recordista mundial está recuperado da lesão no joelho que o afastou por um ano do atletismo e promete recuperar o domínio da prova ou nesta etapa da Diamond League ou umas duas competições. O principal adversário será o etíope Mohammed Amam, que assumiu o posto de número 1 na ausência de Rudisha e até conquistou os títulos mundiais outdoor e indoor.Outro destaque de Eugene será a prova dos 100m rasos masculino. Os três medalhistas da etapa de Zangai estarão em ação: o jamaicano Nesta Carter e os americanos Michael Rodgers e Justin Gatlin - este é o líder do ranking mundial de 2014. Depois de dois ouros no Mundial de Revezamentos de Nassau, no último fim de semana, o jamaicano Nickel Ashmeade é outro forte candidato ao ouro.A prova de velocidade feminina, os 200m rasos, também terá duelo de campeãs. Estarão em ação as três medalhistas do Mundial de Moscou: a jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce (ouro), a marfinense Murielle Ahouré (prata) e a nigeriana Blessing Okagbare (bronze). As anfitriãs também estão fortes, lideradas pela atual campeã olímpica, Allyson Felix.

Um terceiro confronto de campeões está marcado para os 400m rasos masculino, que não contará pontos para a disputa da Diamond League. Ouro no Mundial de Moscou, o americano LaShawn Merritt enfrentará o campeão olímpico Kirani James, de Granada