Depois de fazer história, francês se machuca e está fora do mundial

19/02/2014 19:58

Renaud Lavillenie, que quebrou o recorde do salto com vara, sente lesão no pé direito e não estará no Campeonato Mundial Indoor, em março, na Polônia

 

O francês Renaud Lavillenie, que bateu no sábado o recorde mundial indoor do salto com vara, anunciou que não participará do Campeonato Mundial em recinto coberto, marcado para o início de março, em Sapot, na Polônia. O motivo foi uma lesão no pé direito sofrida durante a competição, em Donetsk, na Ucrânia.

Lavillenie ultrapassou o sarrafo na altura de 6,16m mas não se deu por satisfeito. Já com o recorde mundial, que era do ucraniano Sergey Bubka desde 1984, pediu para que a barra fosse elevada para 6,21m, fez a tentativa e acabou se machucando na queda.

Dessa forma, o francês não poderá defender seu título, já que é o atual campeão mundial indoor da prova. Apesar da contusão, o francês declarou estar nas nuvens:

- Vou demorar para voltar a colocar os pés no chão. A minha vantagem é que o Bubka não poderá quebrar meu recorde - comentou o francês, se referindo ao fato do adversário ter se aposentado em 2001, aos 38 anos de idade.

Sergey Bubka estava no ginásio e viu de perto seu reinado na prova cair. O ucraniano era dono das seis melhores marcas da história, detinha o recorde mundial desde 1984 e tem no currículo 10 títulos mundiais. Todos esses números do "rival" fazem Lavillenie comemorar ainda mais:

- Passei para outra dimensão por tratar de um recorde mítico.

O presidente francês François Hollande mandou um comunicado oficial ao saltador, parabenizando pelo "recorde histórico que demonstra mais uma vez seu imenso talento".