Em meio a escândalos, IAAF irá dobrar investimentos no combate ao doping

06/01/2016 05:09

Segundo rede britânica BBC, valor investido pode chegar a R$ 32 milhões; medida tem como objetivo recuperar a credibilidade do atletismo na comunidade esportiva.

Após os recentes escândalos de doping, a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) irá dobrar os investimentos no combate ao uso de substâncias proibidas no esporte. De acordo com a rede britânica BBC, o valor pode chegar a 5,5 milhões de libras (cerca de R$ 32 milhões). A medida tomada pelo presidente Sebastian Coe, eleito em 2015, tem como objetivo recuperar a credibilidade internacional na modalidade.

- Não há dúvidas de que estou tratando com muita seriedade esse tema - afirmou Coe.No dia 9 de novembro do ano passado, o mundo do esporte foi abalado pela divulgação de um relatório da Agência Mundial Antidoping (Wada) apontando um sistema de dopagem institucionalizado na Rússia, envolvendo atletas, técnicos, oficiais de controle de doping, dirigentes da federação do país, integrantes do governo russo e até membros da IAAF. A credibilidade do esporte foi colocada em xeque, assim como a participação dos russos das provas de atletismo das Olimpíadas de 2016. 

Depois do escândalo, federação suspendeu a Rússia e definiu condições duras para liberar a participação dos atletas nos Jogos do Rio. No fim de dezembro, caiu o braço direito do presidente Sebastian Coe na IAAF, Nick Davies, por conta da revelação de uma troca de e-mails que mostra que ele sabia que atletas estavam irregulares e ainda tinha intenção de ocultar os casos, às vésperas do Mundial de Atletismo de Moscou, em 2013.