Exercício simples pode prevenir 2/3 de lesões no músculo posterior da coxa

07/06/2014 09:28

Responsáveis por frear o movimento do joelho na corrida, isquiotibiais são foco frequente de problemas em jogadores profissionais e amadores de futebol

A lesão no músculo posterior da coxa é um dos acometimentos mais frequentes em jogadores de futebol. Este grupo muscular, chamado de isquiotibiais, é responsável por frear o movimento do joelho na corrida e é mais exigido em esportes que envolvam tiros. Se a musculatura estiver fraca, ela é sobrecarregada e pode haver rompimento de fibras, inflamação e dor.

Pesquisas recentes vêm mostrando que um exercício simples para esta musculatura, o exercício Nórdico, pode prevenir até dois terços das lesões. Neste exercício, a pessoa deve ficar de joelhos, com os pés fixos no chão, e ir inclinando o tronco para frente devagar.

Desta forma, os isquiotibiais freiam o movimento, trabalhando de forma excêntrica, na qual geram força aumentando de tamanho. A forma excêntrica do exercício é o que gera bons resultados, pois é desta forma que a musculatura trabalha durante um jogo de futebol.

Em 2011, 942 jogadores dinamarqueses foram acompanhados durante a temporada de jogos. Os que realizavam o exercício Nórdico apresentaram 70% menos lesão do que os jogadores que não o faziam.

Porém a lesão do posterior de coxa não afeta somente profissionais. Aqueles que jogam somente no final de semana para se divertir também podem sofrer com o problema. Então o treino dessa musculatura deve ser incorporado à rotina de quem quer se manter protegido desta lesão. Uma sugestão é a realização de duas séries de 30 repetições uma vez por semana.

Rápida e sem a necessidade de equipamentos, uma medida simples pode tornar sua prática de atividade física mais saudável.