Favoritos, Quênia e Etiópia dominam Mundial de Cross Country na China

29/03/2015 09:44

Africanos confirmam superioridade diante de rivais e países levam dois ouros cada. Brasil é representado em apenas uma das quatro provas e termina na 18ª posição.

 

Sem surpresas. Assim foi completada a 41º edição do Campeonato Mundial de Cross Country, que teve como sede a cidade de Guiyang, na China, na madrugada desta sexta-feira para sábado. O torneio coroou como campeões dois países tradicionais no atletismo e franco favoritos ao título. Das quatro provas que ocorreram, duas foram vencidas por quenianos e outras duas por etíopes. Na disputa por equipes, a Etiópia levou a melhor sobre o Quênia. Com representantes em apenas uma dessas provas, o Brasil ficou na 18ª colocação por equipes nos 8 km juvenil masculino. A competição distribuiu US$ 280 mil (R$ 903.084) em prêmios, com a participação de 421 corredores de 50 países.

O queniano Geoffrey Kipsang Kamworor foi o campeão no adulto masculino, ao marcar 34m52 na de prova 12 km. O compatriota Bedan Karoki Muchiri (35 minutos) foi o segundo e o etíope Muktar Edris (35m06) o terceiro. Por equipes, a Etiópia foi a vencedora com 20 pontos.

Mais um queniano foi o vencedor do adulto feminino. Com 26m01, Agnes Jebet Tirop completou os 8 km em primeiro. As etíopes Senbere Teferi (26m06) e Netsanet Gudeta (26m11) completaram o pódio. A Etiópia voltou a garantir o título por equipes, com 17 pontos.

Na única prova com representantes do Brasil, o etíope Yasin Haji (23m42) foi o campeão no 8 km juvenil masculino. Desta vez, foi uma dupla queniana que veio atrás nas segunda e terceira posições, com Geoffrey Kipkirui Korir (23m47) e Alfred Ngeno (23m54), respectivamente. Por equipes, o Quênia deu o troco e levou, com 19 pontos.

Já o Brasil, que terminou na 18ª colocação por equipes, teve como seu melhor desempenho individual, Daniel Ferreira do Nascimento, 41º lugar, com o tempo de 25m57. Dionatan dos Santos foi o 85º (27m17), Patrick Barbosa o 95º (27m43) e Felipe Rocha e Pinto o 96º (27m45).

O evento que garantiu o título geral de equipe para os etíopes foi o de 6 km juvenil feminino, com o trio da Etiópia no pódio. Letesenbet Gidey foi medalha de ouro (19m48), seguida pela prata Dera Dida (19m49) e bronze Etagegn Woldu (19m53).