Finalista e mais seis atletas são pegos no doping no Mundial de Moscou

25/09/2013 11:44

IAAF apresenta lista de competidores com substâncias ilegais durante evento.

Cercado pela polêmica dos dopings dos medalhistas olímpicos Tyson Gay, Asafa Powell e Sherone Simpson, o Mundial de Moscou, em agosto, apresentou sete casos de atletas que foram pegos com substâncias ilegais no corpo. O quinto colocado do lançamento de dardo Roman Avramenko, da Ucrânia, teve detectada a substância dehidroclorometiltestosterona, mesma acusada no organismo da turcomenistã Yelena Ryabova (200m rasos). Além dele, outros três apresentaram a substância Eritropoietina (EPO): a cazaque Ayman Kozhakhmetova (20km da marcha atlética), o iraniano Ebrahim Rahimian (20km da marcha atlética) e o guatemalteco Jeremias Saloj (maratona). Completam a lista de infratores o afegão Massoud Azizi (100m rasos; nandrolona), a ucraniana Elyzaveta Bryzgina (200m rasos; drostanolona).

Segundo anúncio feito nesta sexta-feira pela Associação Internacional das Federações de Atletismo, 1.919 amostras de sangue foram coletadas, e exames de urina foram feitos com 538 atletas durante a competição e 132 antes do evento. Os sete atletas pegos no doping já receberam sanções ou foram suspensos provisoriamente.