Formada nos EUA, aposta do atletismo sonha trabalhar no COB

03/05/2014 10:28

Depois de morar cinco anos na Flórida, atleta do arremesso do peso Keely Medeiros é favorita no GP internacional de São Paulo e pensa em trabalhar no Comitê Olímpico.

Há cinco anos, Keely Medeiros não falava uma palavra em inglês, mas aceitou o desafio de morar na cidade de Gainesville, nos Estados Unidos, a 250 quilômetros de Orlando. Ela foi convidada pela Universidade da Flórida para treinar arremesso do peso e cursar Administração Esportiva pela faculdade e abraçou a oportunidade:

- Eles gostaram da minha atuação no mundial de menores em 2006, quando fui finalista e me chamaram. Meu maior problema foi o inglês, cheguei lá e logo no primeiro dia de aula já tinha do curso. Foi duro, mas fui me adaptando - contou Keely Medeiros, hoje a maior aposta do Brasil no arremesso do peso, depois do afastamento de Geisa Arcanjo, de 22 anos, finalista nos Jogos Olímpicos de 2012 e que não compete desde agosto.

Keely é uma das favoritas à medalha de ouro no Grande Prêmio Internacional de São Paulo, que será disputado no Estádio Ícaro de Castro Mello, no Ibirapuera neste domingo,a partir das 8h30 ( Brasília). A competição terá um total de 20 provas e quase 200 atletas.

Para o GP do Brasil, os treinos foram bem diferentes. No início do mês de abril, a atleta ficou três semanas no Círculo Militar da Urca, no Rio de Janeiro, em curso para se tornar militar. Passou no teste e agora Keely é Sargento da Comissão de Desportos do Exército. Mas a atleta enfrentou alguns perrengues para passar no teste:Fez um baita sol todos os dias e a gente ficava correndo naquele calor. Nos dias que a gente foi acampar, choveu o tempo todo, precisamos ficar cuidando nas barracas, foi engraçado mas muito cansativo - relembrou, sorrindo a atleta.

A arremessadora está com 26 anos, mas já pensa no que irá fazer depois da aposentadoria. Formada na Flórida em administração esportiva, ela sonha em trabalhar no Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e melhorar o nível do esporte no país:Estou sempre aberta para aprender mais. Depois do curso, eu passei a entender um pouco mais de administração no esporte e vi o porquê os Estados Unidos são potência olímpica. Meu grande sonho é trabalhar no COB e contribuir com o esporte brasileiro - disse a atleta.

Keely tem como melhor marca na carreira no arremesso do peso 17,26m, feita em 2011. Neste ano, ela já arremessou 17,02m e está em 32º lugar no ranking mundial. O objetivo é chegar o mais próximo possível dos 18 metros:

- As expectativas para o GP são as melhores, é uma prova forte. Estou voltando de uma lesão na coxa e quero fazer a melhor marca da minha vida e me aproximar dos 18 metros, que é uma grande barreira nessa prova.

O Grande Prêmio Internacional de São Paulo será neste domingo, com início previsto para às 8h30, com a cerimônia de abertura. O arremesso do peso feminino está previsto para começar às 9h18.