Keila Costa participa de evento em MG e é inspiração para iniciantes

24/01/2014 12:46

Saltadora olímpica está em Juiz de Fora para Camping de Atletismo, onde treina para competições de 2014 e é exemplo para jovens que sonham disputar Olimpíadas.

Saltadora olímpica com três participações em Jogos no currículo, a atleta Keila Costa está pela terceira vez em Juiz de Fora para participar do Camping de Atletismo. O evento é promovido pelo Centro de Iniciação ao Atletismo, formado em parceria entre as universidades federais de Juiz de Fora e de Lavras, e busca formar jovens atletas e preparar técnicos para auxiliar na evolução dos esportistas. Para Keila, é uma oportunidade de ver o gosto pelo atletismo ser despertado em crianças e adolescentes.

- O que eu gosto é ver a evolução deles. Comecei igual, em projetos sociais, com professores que tinham a ideia de um sonho – disse.

E se engana quem acha que o compromisso faz parte da agenda de férias da saltadora. Juiz de Fora é uma etapa no treinamento para os compromissos da temporada 2014.

- Férias nada! (risos) Estou em período específico de treinamento, em fase de competição. Venho, participo, mas estou treinando também. Não esqueço das minhas responsabilidades. Vou para competição em Paris, em fevereiro, já visando estar pronta para o Mundial Indoor, em março, na Polônia - contou.

A pernambucana de Recife atualmente treina em São Paulo, e foi a três Olimpíadas, em Atenas (2004), Pequim (2008) e Londres (2012). Também disputou Pan-Americano e Campeonato Mundial. E se as crianças e adolescentes ficam felizes em conhecer uma atleta com essa bagagem de mais de 20 anos dedicados ao atletismo, a recíproca é verdadeira.

- Gosto de encontrar com eles. Eu já estive em Jogos Olímpicos. Conheci pessoas, países, várias culturas. Mudei minha vida através do esporte. Sou a prova de que é possível – disse.

Para o treinador de Keila, Neílton Moura, o Camping de Atletismo é um encontro fixo na agenda. São seis anos que, em janeiro, a gente reúne os amigos que têm pequenas equipes para este momento, que permite às crianças vivenciarem a rotina do esporte. É uma cultura que não é comum na América Latina, mas feita com frequência na Europa. No início, eram apenas três técnicos. Neste ano, temos 30 equipes, nove só de São Paulo. São 300 pessoas aqui nesta semana - comemorou.

Neílton reforçou ainda a importância de reunir atletas em diferentes estágios em um momento de imersão no esporte.

- Quem está começando, vê o ídolo de perto, treina junto com ele, acompanha e entende a rotina. Quem já é atleta, tem uma semana de concentração e foco exclusivos nos treinos. E se eles são espelhos, precisam se refletir nesta molecada, dar a noção da importância do trabalho no esporte – analisou.No camping, Keila Costa é exemplo para os mais jovens. A atleta de Lagoa da Prata, no Centro-Oeste de Minas, Núbia Soares, de 17 anos, está há dois no salto triplo, e já é considerada pelo treinador como a "próxima Keila".

-Isso é a melhor coisa para mim. Além de treinar com meu ídolo, sou comparada. A Keila é gentil, simpática e me ensina muita coisa. Atualmente estou treinando em São Paulo e tenho a sensação de estar  evoluindo e crescendo cada vez mais - destacou a jovem.

A adolescente faz seis treinos por semana. No último ano, conquistou o segundo lugar no Festival Olímpico da Juventude, realizado na Austrália, ficou em quarto lugar no Mundial, disputado na Ucrânia, bateu o recorde sul-americano, além de conquistar o terceiro lugar do Pan-Americano Juvenil, disputado na Colômbia.Outra atleta que se inspira em Keila Costa é Kathelyn Vieira, de 14 anos. A garota se interessou pelo esporte após o treinador, Fernando Oliveira, abordá-la na rua.

- Eu estava andando com as minhas irmãs e ele me perguntou sobre o esporte. Eu não conhecia, não sabia o que era. Com o tempo me interessei e me apaixonei. Já treino há quase seis anos - contou.

A atleta, que se destaca no Pentatlo, já conquistou dois recordes sul-americanos seguidos, em 2012 e 2013.

- Minha rotina de treinos é pesada. Treinamos de segunda a sábado. Meu objetivo daqui para frente é continuar treinando, conseguir melhores resultados e, quem sabe, chegar a disputar uma Olimpíada, igual a Keila - enfatizou.