Maurren Maggi e revezamentos puxam vitórias de brasileiros nos EUA

05/04/2015 15:10

Em preparação para o Mundial de Revezamento, o Pan de Toronto e o Mundial de Pequim, brasileiros têm bons resultados em competições americanas.

 

Maurren Maggi venceu sua segunda prova em seu retorno às competições. Depois de levar o ouro em uma etapa do circuito paulista, a campeã olímpica do salto em distância ficou com o título do 3º Arnie Robinson Track and Field Invitational, realizado em San Diego. Muitos brasileiros que estão em treinamento nos Estados Unidos também venceram suas provas neste fim de semana, com destaque para o bom desempenho dos revezamentos masculinos dos 4x100m e 4x400m rasos, que estão na reta final de preparação para o Mundial de Revezamento das Bahamas. A competição entre 2 e 3 de maio distribuirá vagas para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Segundo o técnico Nélio Moura, Maurren precisou saltar 6,34m para vencer a prova em San Diego. Em Campinas, na semana anterior, ela conseguiu a marca de 6,51m, a segunda melhor do Brasil neste ano, atrás apenas dos 6,65m de Eliane Martins. Com esses resultados, a campeã olímpica já tem o índice para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho, mas precisa melhorar a marca para poder se garantir na competição e buscar o tetracampeonato. Para o Mundial de Pequim, em agosto, o índice é de 6,70m. Entre os saltadores, Jonathan Henrique da Silva também levou o ouro em San Diego, só que no salto triplo, com a marca de 16m.

Os brasileiros dos revezamentos competiram no Florida Relay, Gainesville. Composto por Antônio Rodrigues, Vitor Hugo Mourão, Aldemir Gomes Junior e Jorge Henrique Vides, o quarteto do 4x100m rasos completou a prova em 38s81, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, que contaram com estrelas como Justin Gatlin e Mike Rodgers para fazer o tempo de 38s18, o melhor do mundo e 2015 até o momento - os brasileiro só estão atrás de Estados Unidos e Jamaica no ranking da temporada, mas muitas seleções ainda não competiram.O time verde-amarelo do 4x400m ficou com o ouro na mesma competição. O Brasil “A” foi composto por Jonathan Silva, Hederson Estefani, Anderson Henriques e Hugo Balduino e completou a prova em 3min04s88. O Brasil “B” também foi o melhor em sua bateria. O quarteto formado por Pedro Burmann, Wagner Cardoso, Alexander Russo e Peterson Santos fez a marca de 3min05s88.

Na sexta-feira, os velocistas participaram das provas individuais em Gainesville. Competiram nos 100m rasos Aldemir (10s45), Vitor Hugo (10s48) e Jorge Henrique (10s74). Competiram nos 200m rasos Antônio (20s94), Ricardo Souza (21s16) e Gabriel Constantino (21s31). Competiram nos 400m rasos Hugo (45s93), Hederson (45s95) e Anderson (46s18). Rosângela dos Santos, que mora e treina nos Estados Unidos, também participou da competição e completou os 100m rasos em 11s40, bem perto do índice para o Mundial de Pequim (11s33).

Nas provas de lançamentos, mais vitórias verde-amarelas. 9th Annual Pomona-Pitzer Track & Field Invite, realizado em Claremont, Jucilene Lima e Lilian Seibert fizeram a dobradinha nos degraus de cima do pódio do lançamento de dardo. A primeira conseguiu a marca de 59,71m, e a segunda de 54,26m. O Brasil também fez dobradinha no lançamento de disco feminino: Fernanda Borges venceu com a marca de 57,66m e Izabela Rodrigues, atual campeã mundial júnior, ficou com o bronze (52,66m). Izabela ainda levou o bronze no arremesso de peso, com a marca de 15,08m. Ronald Julião completou a lista de vitórias brasileiras no lançamento de disco, com 58,60m, e também fez dobradinha com Felipe Lorenzon, terceiro colocado com 56,29m. Ronald também levou o bronze no arremesso de peso, com 16,54m.