Morre no México Jerzy Hausleber

14/03/2014 13:42

Jerzy Hausleber, considerado o "pai da marcha mexicana", morreu nesta quinta-feira 13, na Cidade do México. Polonês de nascimento e mexicano por opção, ele não resistiu aos graves problemas de saúde, aos 83 anos.

Com orientação do treinador, o México se tornou uma das grandes potências mundiais da especialidade. Entre as suas revelações estão José Pedraza, medalha de prata nos 20 km marcha dos Jogos Olímpicos de 1968.

Os pontos máximos de seu trabalho se registraram com as vitórias olímpicas de Daniel Bautista nos 20 km dos Jogos de Montrel-76 e de Ernesto Canto (20 km) e Raúl González (50 km) nos Jogos Olímpicos Los Angeles-1984.

Os atletas orientados por Jerzy Hausleber conquistaram nada menos que 36 medalhas individuais entre 1968 e 2000, das quais 17 foram de ouro. José Pedraza, Daniel Bautista, Ernesto Canto, Raúl González, Carlos Mercenario, Bernardo Segura, Joel Sánchez e Noé Hernández foram os marchadores mexicanos que ganharam medalhas em Jogos Olímpicos. 

Na história fica também um episódio ocorrido em 1985, quando, poucos dias antes da realização da Copa do Mundo de Marcha, em St. John's, na Ilha de Man, a Cidade do México sofreu um violento terremoto. A equipe de marchadores decidiu então desistir da competição internacional. Hausleber reuniu os filhos e os atletas e todos se juntaram numa brigada para ajudar as numerosas vítimas.