Nadal, Cristiano Ronaldo, Isinbayeva e Seleção concorrem ao Laureus 2014

26/02/2014 10:00

Velocista e melhor jogador de futebol do mundo em 2013 concorrem ao prêmio no individual masculino, enquanto a Seleção Brasileira aparece na disputa por equipes.

A edição 2014 do Laureus, no dia 26 de março, em Kuala Lumpur, promete uma disputa acirrada entre "monstros" do esporte mundial. Nesta quarta-feira, a organização do evento divulgou os indicados ao prêmio em seis categorias e entre os candidatos estão nomes que tiveram um ano especial em 2013. No prêmio individual masculino concorrem Usain Bolt, Cristiano Ronaldo, Rafael Nadal, LeBron James, Moh Farah e Sebastian Vettel, todos campeões e melhores do mundo em suas respectivas modalidades. Entre as mulheres a briga não é menor. Foram votadas para a final Yelena Isinbayeva, Serena Williams, Missy Franklin, Nadine Angerer, Shelly-Ann Frases-Pryce e Tina Maze. O Brasil também estará representado no Laureus. A Seleção Brasileira, campeã da Copa das Confederações em 2013 com uma atuação impecável diante da Espanha, disputa o prêmio de melhor equipe coletiva. E no prêmio individual de esportes de ação, a surfista Maya Gabeira, que sofreu grave acidente em Nazaré, no ano passado, e Bob Burnquist, do skate, estão na disputa.

Os finalistas foram escolhidos por um júri especializado. Bolt e Serena são tricampeões do Laureus. Já Vettel foi lembrado pela quinta vez entre os finalistas. Na semana passada o evento já havia listado os finalistas na categoria "melhor retorno do ano de 2013", quando Ronaldinho Gaúcho, pelo ano que teve com o Atlético-MG, foi lembrado. Além dele, Nadal e Yelena Isinbayeva, finalistas no individual e bicampeões do prêmio, disputam também essa categoria. Neste ano, o prêmio deixa o Rio de Janeiro, onde vinha sendo realizado, por falta de verba.Eu nunca vi um concurso tão potencialmente equilibrado. Este vai ser um ano clássico. Existe um equilíbrio maravilhoso entre alguns dos grandes nomes que dominaram o esporte ao longo de muitos anos e alguns recém-chegados emocionantes como Missy Franklin e Marc Márquez. Eu estou especialmente entusiasmado com o Prêmio Deficiência, onde você poderia fazer ter qualquer um dos seis vencendo. Este é realmente "o crème de la crème" do desporto e vai ser uma noite emocionante em Kuala Lumpur - disse o diretor executivo do prêmio Edwin Moses.

01

seleção e maya na disputa


Campeã da Copa das Confederações em 2013, a Seleção Brasileira terá cinco candidatos de peso na briga pelo título por equipes. Os neozelandeses dos All Blacks, melhor equipe de rúgbi do mundo, foi lembrado pelo recorde de 100% de aproveitamento em sua era profissional. O Bayern de Munique, que venceu tudo em 2013 (Champions League, Bundesliga e Copa da Alemanha) também está na disputa. Os Irmãos Bob e Mike Bryan, fenômenos do tênis e vencedores de quase tudo no ano passado, são outros concorrentes. Para fechar a lista, o Miami Heat, bicampeão da NBA e a RBR, equipe de Vettel e tetracampeã por equipes na Fórmula 1 são os rivais.O Brasil também estará representado pela surfista de ondas gigantes Maya Gabeira na categoria de esportes de ação. No ano passado a big rider surfou a maior onda de sua vida em Nazaré, Portugal, na Praia do Norte, e sofreu um acidente que quase tirou sua vida. Atendida pelos médicos e ajudada pelo companheiro de equipe Carlos Burle, Maya sobreviveu e retornou ao Brasil. Ela já está de volta aos treinos para a próxima temporada, completamente recuperada. Além dela, o multicampeão mundial de skate Bob Burnquist completa a lista dos esportes de ação, que ainda tem Jamie Bestwick, do BMX, os surfista Mick Fanning e John John Florence e o snowboarder Shaun White.

- Eu estava lá sentado e assistindo e, de repente, o [Michael] Jordan foi apresentar o prêmio e disse o meu nome. Eu achei que ele estava só repetindo os nomes dos indicados. Eu pensei: “Não é possível!” Foi uma grande honra, como brasileiro e skatista. Foi como uma passagem simbólica do esporte tradicional para receber este novo mundo e eu me senti honrado em fazer parte disso - disse Bob Burnquist.Tênis, futebol e golfe. Rafael Nadal, Ronaldinho Gaúcho e Tiger Woods. O retorno ao topo do mundo do tênis, o título inédito da Libertadores pelo Atlético-MG e a volta por cima de um golfista consagrado. Os três esportistas concorrem junto de outras feras ao prêmio "Laureus World Comeback of the Year Award", premiação dada ao melhor "retorno do ano" no ano de 2013. Na quarta-feira passada, a organização do prêmio já havia divulgado os dez concorrentes e agora liberou a lista dos finalistas. A lista também teo time de iatismo da Oracle, campeão da Copa América, Tony Parker, do San Antonio Spurs, e Yelena Isinbayeva, melhor de todos os tempos no salto com vara.


O Laureus também premiará as revelações do ano. Entre elas estão o time de críquete do Afeganistão. Os atletas aprenderam o esporte em campos para refugiados de guerra e em 2013 chegaram nas finais da Copa do Mundo. O campeão da MotoGP Marc Márquez, de 20 anos, está na lista. Completam os indicados Raphael Holzdeppe, do atletismo, Nairo Quintana, do ciclismo, Justin Rose, do golfe, e Adam Scott, também do golfe.

O paradesporto fecha o prêmio com mais seis indicados. Marie Bochet, do esqui alpino e campeã mundial em seis disciplinas, está concorrendo. Também estão na lista Marcel Hug e Tatyana McFadden, da corrida em cadeiras de rodas, e Sophie Pascoe, Sarah Louise Rung e Olga Sviderska, da natação.Laureus - Time do Ano


All Blacks (NZ) Rúgbi – Primeira vez que um time nacional bate o recorde de 100 % de aproveitamento como profissional
Bayern de Munique (Alemanha) Futebol – Conquistou a Liga dos Campeões da Europa, a Bundesliga e três vezes a Copa da Alemanha.
Seleção Brasileira de futebol – Venceu a Copa das Confederações derrotando a seleção vencedora da última copa, a Espanha, na final
Bob & Mike Bryan (EUA) Tênis – Conquistaram o “Golden Slam” de duplas – quatro Grand Slams e um ouro olímpico
Miami Heat (EUA) Basquete – Conquistou o título da NBA pelo segundo ano consecutivo, derrotando o San Antonio Spurs na final
Red Bull (Áustria) Automobilismo – Venceu o quarto Campeonato Mundial de construtores consecutivo de Fórmula 1

Laureus - Revelação do ano

Time de críquete do Afeganistão – Os integrantes aprenderam críquete em um campo de refugiados e, em 2013, o time chegou pela primeira à final da Copa do Mundo
Marc Márquez (Espanha) Motociclismo – Tornou-se o mais jovem campeão mundial de MotoGP aos 20 anos e 266 dias de idade
Raphael Holzdeppe (Alemanha) Atletismo – Conquistou a primeira medalha de ouro em campeonato mundial da Alemanha no salto com vara
Nairo Quintana (Colômbia) Ciclismo – Primeiro atleta a subir ao pódio em sua primeira participação no Tour de France desde 1996
Justin Rose (Reino Unido) Golfe – Venceu seu primeiro campeonato importante no Aberto dos EUA aos 32 anos de idade
Adam Scott (Austrália) Golfe – Primeiro australiano a vencer o US Masters em 77 anos de história do torneio

Laureus - Retorno do Ano

Yelena Isinbayeva (Rússia) Atletismo – Conquistou o título mundial de salto com vara diante da multidão de conterrâneos russos
Rafael Nadal (Espanha) Tênis – Vencedor do Aberto da França, do Aberto dos EUA e cinco vezes vencedor do evento ATP Masters
Equipe Oracle dos EUA - Vela – Perdendo de 8-1 na Copa América, a equipe Oracle reagiu e protagonizou uma vitória impressionante por 9-8
Tony Parker (França) Basquete – Considerado o melhor jogador do campeonato europeu depois de se recuperar de uma lesão no olho
Ronaldinho (Brasil) Futebol – Aos 33 anos, o jogador liderou o time, o Atlético Mineiro, à vitória na Copa Libertadores
Tiger Woods (EUA) Golfe – Melhor jogador do ano pela PGA dos EUA depois de quatro vitórias, recuperou o posto de número 1 do ranking

Laureus - Atleta do Ano com Deficiência

Marie Bochet (França) Esqui – Primeira vencedora de todas as cinco modalidades em um único campeonato mundial de esqui alpino
Marcel Hug (Suíça) Corrida de cadeira de rodas - Conquistou cinco medalhas de outro e uma medalha de prata em campeonatos mundiais
Tatyana McFadden (US) Corrida de cadeira de rodas – Venceu quatro maratonas na cidade e seis medalhas de ouro em campeonatos mundiais
Sophie Pascoe (NZ) Natação – Conquistou cinco medalhas de ouro em cinco tentativas em campeonatos mundiais
Sarah Louise Rung (Noruega) Natação – Conquistou quatro medalhas de outro em cinco competições em campeonatos mundiais
Olga Sviderska (Ucrânia) Natação – Conquistou cinco medalhas de ouro no individual e duas no revezamento em campeonatos mundiais

Laureus - Atleta de Ação do Ano

Jamie Bestwick (UK) BMX – Único atleta da história dos X Games a conquistar oito medalhas de ouro consecutivas
Bob Burnquist (Brazil) Skate – Ultrapassou Dave Mirra e bateu o recorde de 25 medalhas de ouro nos X Games
Mick Fanning (Austrália) Surfe – Ganhou o título na última etapa do ano campeonato mundial de surfe
John John Florence (US) Surfe – Recebeu um 10 perfeito pela manobra Alley Oop em Bali
Maya Gabeira (Brasil) Surfe – Se superou ao surfar uma onda de 21 metros em Portugal e sobreviver após uma queda
Shaun White (US) Snowboarding – Conquistou seis medalhas de ouro consecutivas no SuperPipe nos X Games de inverno.