Oscar Pistorius ganha direito de aguardar nova sentença fora da prisão.

09/12/2015 21:22

Acusado de matar a namorada, corredor paralímpico poderá esperar seu novo veredito em prisão domiciliar na casa de parantes. Crime aconteceu em 2013.

Oscar Pistorius ganhou o direito de esperar sua nova sentença pelo assassinato da namorada, Reeva Steenkamp, fora da prisão. Nesta terça-feira, as autoridades sul-africanas estabeleceram o pagamento de fiança de 10 mil randes (cerca de 2,5 mil reais) e informaram que o veredito será anunciado no dia 18 de abril. Os juízes mudaram sua condenação para homicídio doloso, quando há intenção de matar. Ele pode pegar uma pena de pelo menos 15 anos de prisão.

Multicampeão paralímpico, Pistorius poderá permanecer em prisão domiciliar, na casa de seu tio, e será monitorado eletronicamente pelas autoridades. O sul-africano também deverá entregar seu passaporte. De acordo com as ordens da corte de Pretória, ele poderá sair de casa entre 7h e meio dia, podendo se locomover em um raio de 20km.

 

No ano passado, Pistorius havia sido condenado por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar) e já tinha cumprido dez meses de prisão, um sexto da pena de cinco anos. O campeão paralímpico, amputado das duas pernas, foi colocado em liberdade condicional no mês passado.

Pistorius matou Steenkamp com quatro tiros através da porta do banheiro em que a modelo havia se trancado na casa em que os dois moravam. O atleta sempre afirmou ter matado a namorada por engano, ao achar que um ladrão teria invadido sua casa e se escondido no banheiro.