Palestino é proibido de entrar em Israel para participar de maratona.

04/04/2014 11:27

Caso de Nader al Masri gera polêmica e vai parar no Supremo Tribunal Federal local. 

Único representante palestino nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2012, Nader al Masri, 34 anos, um dos melhores fundistas árabes, não poderá participar da Maratona de Belém, na Cisjordânia, na próxima sexta-feira. A política de restrições por parte de Israel aos moradores de Gaza, que sob cerco militar desde 2007, foi responsável pela ausência.

A recusa tem levantado polêmica na região e atraiu críticas de organizações tanto palestinos e israelenses.

"Eu sou apenas um atleta, eu represento meu país, eu vou, eu vou. Isso é tudo", defendeu-se Nader, irritado, à Rádio do Exército .

De acordo com esta emissora, Israel argumentou que o corretor não está de acordo "com algums requisitos" estabelecidos para permitir que os palestinos de atravessar o bloco e fora de Gaza.

Seu caso foi legalmente tomado e levado ao Supremo Tribunal Federal pela Gisha, organização de direitos humanos que luta pela liberdade de circulação dos palestinos.