Panamenha erra na prova com obstáculos e cai de cara na água

24/08/2015 18:51

Rolanda Bell não sofre lesões, volta a correr, mas termina em último na eliminatória.

Um acidente espetacular e o orgulho ferido não impediram Rolanda Bell de terminar concluir sua participação nos 3.000m com obstáculos. Nas eliminatórias femininas do Mundial de Pequim, disputadas nesta segunda-feira no Ninho do Pássaro, a panamenha errou na hora de saltar pelo fosso d’água e caiu de cara no tanque. 

Apesar da plasticidade do tombo, Bell não sofreu nenhuma lesão, se levantou e cobriu a distância restante até a linha de chegada. O incidente, porém, a impediu de brigar por uma vaga na final. Com 10m33s78, ela ficou mais de 20 segundos atrás de sua adversária mais próxima e mais de um minuto atrás da última classificada para a disputa por medalhas.

Na noite desta segunda-feira (horário da China), o Quênia mostrou sua força no evento masculino e dominou o pódio. Com mais uma estratégia de equipe, Ezekiel Komboi sagrou-se tetracampeão mundial com 8m11s28. Conseslus Kiputro e Brimin Kiprop Kipruto ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente. O país teve ainda Jairus Kipchoge Birech na quarta posição. 

- Me sinto muito bem de ser novamente o melhor do mundo. Estou muito feliz de vencer tantas vezes consecutivas. Talvez nas Olimpíadas eu dispute esta prova pela última vez, mas ainda vou discutir com meu empresário se vale a pena mudar para a maratona – disse.