Pistorius vai a tribunal nesta terça para pedir pagamento de fiança.

07/12/2015 20:55

Atleta paralímpico sul-africano teve condenação alterada para homicídio doloso na última sexta-feira pelo assassinato da namorada.

Depois de ter a condenação alterada para homicídio doloso (com intenção de matar), Oscar Pistorius vai comparecer ao tribunal nesta terça-feira para fazer um pedido de pagamento de fiança. O Supremo Tribunal de Apelação da África do Sul aceitou o recurso da promotoria na última sexta-feira, e o atleta paralímpico pode pegar uma pena de pelo menos 15 anos de prisão pelo assassinato da namorada, Reeva Steenkamp, em fevereiro de 2013.

A porta-voz judicial Lusanda Ntuli confirmou nesta segunda-feira a informação sobre o pedido de fiança por parte do corredor. A audiência desta terça, no tribunal de Pretória, também pode definir a data para o novo julgamento do atleta, no qual uma nova sentença será determinada.

Anteriormente, Pistorius havia sido condenado por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar) e já tinha cumprido dez meses de prisão, um sexto da pena de cinco anos. O campeão paralímpico, amputado das duas pernas, estava cumprindo a pena na casa do tio, na cidade de Pretória, e foi colocado em liberdade condicional no mês passado.

Pistorius matou Steenkamp com quatro tiros através da porta do banheiro em que a modelo havia se trancado na casa em que os dois moravam. O atleta sempre afirmou ter matado a namorada por engano, ao achar que um ladrão teria invadido sua casa e se escondido no banheiro.

No entanto, os promotores questionaram a versão do acusado, apelaram, pediram a revisão de pena e agora conseguiram complicar a situação do dono de oito medalhas paralímpicas.