Presidente de Associação Europeia vê atletas da Rússia fora do Rio 2016

30/12/2015 17:31

Svein Arne Hansen, da Araf, não acredita que país conseguirá cumprir exigências 
da Associação Internacional e assim terminar com suspensão do atletismo russo.

Presidente da Associação Europeia de Atletismo, Svein Arne Hansen mostrou pessimismo quanto a participação dos atletas da Rússia nas Olimpíadas do Rio 2016. De acordo com o dirigente, a Federação Russa (Araf) dificilmente conseguirá cumprir dentro do prazo as exigências feitas pela Associação das Federações Internacionais de Atletismo (Iaaf) para que sua suspensão seja anulada. A Rússia se viu envolvida em um mega escândalo de doping no atletismo e foi suspensa após relatório da Agência Mundial Antidoping (Wada) por 22 votos a um.

- Eles precisam aceitar as condições colocadas, mas eu não consigo vê-los competindo no Rio de Janeiro. Em março, a Iaaf terá acesso ao primeiro relatório da comissão independente. Mas eles precisarão fazer um esforço enorme para competir nas Olimpíadas - garante Hansen em entrevista à "Athletics Weekly".

Perguntas e respostas: entenda o que está acontecendo com o esporte russo

Entre os dias 10 e 11 de janeiro, a Rússia receberá a visita da comissão independente da Wada, que analisará o início das mudanças solicitadas para que o país possa voltar a ter seus atletas nos torneios internacionais de atletismo. Já é certo que os russos não vão participar do Campeonato Mundial Indoor, em Portland, nos EUA, entre os dias 17 a 20 de março.

- Os russos precisam de uma mudança cultural. Precisam deixar para trás essas pessoas que estão lá. Acredito que as pessoas boas da Rússia vão trabalhar para que isso aconteça - disse Hansen.