Queridinho dos canadenses, astro De Grasse é Ouro nos 100 metros rasos do Jogos Pan-Americanos 2015.

23/07/2015 07:11

Considerado um dos principais nomes da nova geração da velocidade, velocista de 20 anos puxa a fila em Toronto e faz a festa das arquibancadas: "É maravilhoso".

A cada passada, o astro Andre De Grasse ganhava mais aplausos. À medida que ia se aproximando da linha de chegada, a torcida levantava. O tempo não foi o mais baixo que podia fazer, mas foi o suficiente para cruzar na frente dos adversários se sentindo abraçado, completamente envolvido pelos canadenses. Afinal, o público canadense estava carente. Há pelo menos 15 anos não tinham um nome tão expressivo nas provas de velocidade. O mais novo queridinho do Canadá fez sua parte nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, marcou o tempo 10s05, confirmou o ouro dos 100m para seu país e garantiu a festa em casa. Muita festa, aliás: comemorou demais, abria os braços em frente à torcida, principalmente onde seus familiares estavam sentados. 

- Eu não pensei em nada na hora. Só precisava focar em melhorar e, no fim da corrida, consegui de alguma forma. É maravilhoso. Foi uma oportunidade única na minha vida em frente à minha família e aos meus amigos - disse o jovem de 20 anos.

Ramon Gittens, de Barbados, ficou com a medalha de prata (10s07). Antoine Adams, de São Cristovão e Nevis, levou o bronze (10s09). O tempo foi o melhor da carreira dos dois. De Grasse, por sua vez, ficou abaixo do que conseguiu fazer recentemente, quando estabeleceu 9s95 no Campeonato Canadense. Com vento acima do permitido, tinha chegado aos impressionantes 9s75, mas a marca não pôde ser homologada.

+ Confira o calendário de todos os eventos do Pan de Toronto
+ Confira a disputa do quadro de medalhas nos Jogos Pan-Americanos

O canadense treina nos Estados Unidos, na Universidade do Sul da Califórnia (USC). Com tempos que vêm impressionando o mundo do atletismo, já vem despontando como ameaça a nomes como o jamaicano Usain Bolt e o americano Justin Gatlin. O próprio Bolt, quando tinha os mesmos 20 anos de De Grasse, corria os 100m em 10s03. Nos 200m, a revelação também já chegou a anotar 19s58, mas o vento também impediu a ratificação do tempo.