Rússia e Reino Unido assinam acordo de cooperação contra doping

03/02/2016 06:20

Acordo entre as agências internacionais é temporário, até que a RUSADA seja reintegrada após as violações e acusações de doping pelo relatória da Wada.


De acordo com Natalia Zhelanova, conselheira do Ministro de Esportes russo Vitaly Mutko, a agência antidoping da Rússia (RUSADA) assinou nesta segunda-feira, um acordo de cooperação com o Reino Unido. Segundo a agência de notícias russa Tass, o acordo fará com que as duas principais entidades antidoping dos países possam se ajudar nos programas de testes.

Conforme o acordo com entre a Agência Mundial Antidoping (Wada), RUSADA, a Agência Antidoping do Reino Unido será responsável pelo planejamento dos testes de atletas russos. RUSADA e UKAD também decidirão em conjunto quais laboratórios vão analisar as amostras de doping - declarou a conselheira.  

Ainda segundo a porta-voz do ministro, o acordo estabelecido entre a agência da Rússia e do Reino Unido UKAD terá um limite de tempo, até que o país restabeleça seu status anterior e seja reconhecido formalmente pela Agência Mundial Antidoping (Wada). Ambas as agências também terão a autoridade para examinar os pedidos de emissão de permissão terapêutica para atletas que têm de tomar medicamentos na lista de proibições devido a problemas de saúde.

+Após escândalo de doping, federação russa anuncia seu novo presidente

Em novembro do ano passado, a RUSADA foi fortemente criticada pelo relatório divulgado pela comissão independente da WADA e que confirmou as denúncias de doping sistemático dentro do atletismo russo. O relatório acusou a agência russa de "rotineiramente" violar normas internacionais e permitir que atletas banidos por doping participassem de competição. Na ocasião, o laboratório anti-doping credenciado da Rússia, em Moscou também teve a sua acreditação revogada, com o diretor do local, Grigory Rodchenkov demitido.