Sem tempo para descanso, Joelma das Neves mira Pan 2015 e mundiais

18/10/2014 11:21

Período de folga após medalhas no Troféu Brasil não passa de 15 dias. Após breve pausa, velocista começa base de treinos para torneios decisivos no próximo ano.

 

De forma enfática, do outro lado da linha, Joelma das Neves corrige: 

- Não, não. É muita coisa (risos).Dois meses? Não, apenas uma semana ou duas, no máximo.   

A pergunta era sobre descanso. Após três medalhas no Troféu Brasil de Atletismo, a temporada encerrou para a velocista com duas pratas e um ouro no revezamento 4x400m. O mais natural seria uma "folga" dos treinos, mas o 2015 recheado impede, por isso os risos no telefone quando perguntada se teria férias. 

Joelma foca em três torneios considerados fundamentais no seu calendário: os Jogos Pan-Americanos em Toronto, no Canadá, o Mundial Militar, na Coreia do Sul, e o mundial de revezamentos. Os resultados em 2014 enchem de esperança a competidora, que pretende brigar para fazer parte da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio.   Apesar do cansaço, me esforcei ao máximo. Consegui superar todas as competições e chegar inteira no Troféu Brasil, apesar de algumas dores musculares, mas nada de grave. Fiz minha melhor marca do ano nos 400m (51s72), um resultado bom, e competi o primeiro revezamento em meu novo clube, o Pinheiros, mostrando minha capacidade. Vou agora ter um breve descanso e voltar aos trabalhos de base para o ano de 2015. A expectativa é de sempre melhorar os nossos resultados – revelou Joelma.  

Nos critérios de classificação da CBAt, a Confederação Brasileira de Atletismo, o líder de cada uma das provas no ranking brasileiro entre os dias 1º de janeiro e 7 de junho de 2015 estarão automaticamente classificados para o Pan de Toronto. É lá que Joelma pretende correr, não descartando também os demais torneios internacionais.  O Pan, o mundial de revezamento, e os jogos militares são válidos como resultados para briga por vaga nas olimpíadas. Vamos trabalhar para chegar lá porque é muito gratificante para um atleta defender seu país em sua casa e a torcida vai ser 100% Brasil. Todos os atletas vão querer fazer parte dos Jogos, por isso vai ser uma briga muito grande. Vou mostrar minha gana e raça – completou Joelma.  

No Pan de Guadalajara, em 2011, no México, Joelma das Neves foi medalha de prata no revezamento 4x400m, além do quarto lugar nos 400m. Nos Jogos de Londres, em 2012, a velocista foi eliminada nas semifinais da prova individual.