Sob investigação da Wada, Quênia suspende sete atletas por doping.

28/11/2015 14:17

Lista de punidos tem bicampeã mundial de cross-country.

A Associação de Atletismo Profissional do Quênia (PAAK) anunciou, neste sábado, a suspensão de sete atletas por uso de doping. Duas vezes campeã mundial de cross-country, Emily Chebet é o principal nome da lista. Agora o país africano, que está sob investigação da Agência Mundia Antidoping (Wada), registra 43 casos de dopagem desde 2012.

+ Dick Pound vê uso de doping no Quênia como evidente e alerta atletas
+ Contra corrupção, quenianos ocupam sede da Federação de Atletismo

Chebet teve resultado positivo para o diurético furosemida e acabou  tomando um gancho de quatro anos por isso. A mesma suspensão foi aplicada a Joyce Zakary (400m rasos) e Koki Manunga (400m com barreiras), que foram flagrados também por uso de furosemida durante o Mundial de Pequim, em agosto.

Agnes Jepkosgei, Bernard Mwendia, Judy Jesire Kimuge e Lilian Moraa Marita completam a lista de quenianos punidos por doping, todos com dois anos de suspensão.