Sob os olhares de Bubka, francês quebra recorde mundial de 20 anos

16/02/2014 00:35

Renaud Lavillenie faz melhor marca da história do salto com vara, em competição indoor na Ucrânia; Thiago Braz quebra recorde sul-americano e fica com o bronze

O torneio se chama Pole Vault Stars, ou estrelas do salto com vara, na tradução. E os dois maiores nomes da história do esporte estavam em Donetsk, na Ucrânia, para a competição. Sob os olhos de Sergey Bubka, o francês Renaud Lavillenie saltou 6,16m e quebrou a marca mundial indoor do salto com vara. O brasileiro Thiago Braz também quebrou um recorde, o sul-americano, com 5,76m e ficou com o bronze no torneio.

Lavilenie, campeão olímpico em Londres, já tinha tentado o salto de 6,15m na semana passada, mas não obteve sucesso. O local ideal para a quebra do recorde era mesmo Donetsk, cidade natal de Bubka, que tinha, até então, os seis melhores saltos da história da modalidade. A marca de 6,14m de Bubka foi obtida em 21 de fevereiro de 1993, mas o ucraniano possuía o recorde desde 1984 quando, pela primeira vez, fez o melhor salto do mundo.

Ao conseguir superar a marca, o francês parecia não acreditar no feito. Olhou para cima para ter a certeza de que o sarrafo não iria cair e levantou, com braços abertos, correndo pelo ginásio coberto de Donetsk. Da tribuna de honra, Bubka aplaudiu de pé o novo recordista e, minutos depois, desceu para a pista para abraçá-lo.

Ainda no calor do salto, Lavilenie foi entrevistado pelo locutor oficial do evento:

- Não havia lugar melhor para bater o recorde mundial que aqui - resumiu o melhor do mundo.

O jovem Thiago Braz, de 20 anos, ficou com a medalha de bronze na mesma competição, com a marca de 5,76m, quebrando pela segunda vez em fevereiro o recorde sul-americano. O brasileiro está em preparação para o Campeonato Mundial Indoor, que será realizado em março, na Polônia.

Outro brasileiro na prova, Fábio Gomes da Silva terminou em 13º lugar, com 5,31 m.