Temporada indoor: Murer fica sem marca, e Rosângela iguala recorde

11/02/2016 11:19

Em competições na Europa, vice-campeã mundial não acerta saltos, e velocista faz melhor marca América do Sul nos 60m rasos. Jéssica leva prata no salto em distância.

Nada de folia de carnaval para o atletismo brasileiro. No início desta semana, alguns atletas participaram de competições da temporada indoor na Europa, de olho no Mundial em pista coberta de Portland, entre 17 e 20 de março. Rosângela Santos foi o destaque verde-amarelo igualando o recorde sul-americano indoor dos 60m rasos, no domingo, no meeting de Karlsruhe, na Alemanha. Por outro lado, Fabiana Murer, prata no salto com vara do Mundial de Pequim em 2015, não conseguiu encaixar seu saltos neste ficou sem marca na terça-feira, no meeting de Eaubonne, na França.

- A competição não foi boa para mim. Não consegui acertar para passar a primeira altura, mas estou me sentindo bem! Agora é voltar para Malmö e me preparar para a próxima que será em Estocolmo - disse a saltadora, que tem na cidade sueca de Malmö sua base para a temporada indoor na Europa.

Depois de conquistar uma prata em um meeting na Alemanha com a marca de 4,61m, Fabiana não conseguiu acertar suas tentativas a 4,37m e ficou sem marca na competição francesa. O ouro ficou com a grega Nikoleta Kyriakopoulou, bronze no Mundial de Pequim, que superou o sarrafo a 4,65m. A sueca Angelica Bengtsson levou a prata com a marca de 4,53m, e a anfitriã Vanessa Boslak ficou com o bronze, com 4,47m.

Na mesma competição, Jéssica Carolina dos Reis conquistou a prata no salto em distância, com a marca de 6,44m. O ouro foi para a britânica Shara Proctor (6,50m), e a americana Jessie Gaines completou o pódio (6,20m). Apesar da medalha, Jéssica ainda não tem vaga no Mundial de Portland, já que o índice é de 6,75m, mais forte até do que o índice olímpico de 6,70m.

No domingo, Rosângela Santos não foi ao pódio, mas comemorou o recorde sul-americano indoor dos 60m rasos. Quinta colocada em Karlsruhe, a velocista completou a distância em 7s19, igualando a marca de Franciela Krasucki de fevereiro de 2014. Atual campeã mundial dos 200m rasos, a holandesa Dafne Schippers foi a campeã (7s08), seguida pela americana Barbara Pierre (7s09) e da britânica Dina Asher-Smith (7s11).

Ainda na Alemanha, Augusto Dutra ficou apenas na sétima colocação do salto com vara. Ele superou o sarrafo a 5,35m, bem distante do campeão, o francês recordista mundial Renaud Lavillenie, que ficou com a marca de 5,91m. Atual campeão mundial, o canadense Shawn Barber levou a prata (5,77m), seguido pelo alemão Raphael Holzdeppe, campeão mundial de 2013.

Brasileiros com índices para o Mundial indoor de Portland
Thiago Braz - salto com vara - 5,92m
Augusto Dutra - salto com vara - 5,81m
João Vitor de Oliveira - 60m com barreiras - 13s45 (nos 110m com barreiras)
Darlan Romani - arremesso de peso - 20,90m
Fabiana Murer - salto com vara - 4,85m
Rosângela Santos - 60m rasos - 7s19 e 11s04 (nos 100m rasos)
Ana Claudia Lemos - 60m rasos - 11s01 (nos 100m rasos)