Thiago Braz e Augusto de Oliveira disputam a final do salto com vara

07/03/2014 18:47
Thiago Braz e Augusto de Oliveira (ambos da BM&FBovespa-SP) participam neste sábado 8, a partir das 14 horas de Brasília (18 horas locais), da final da prova do salto com vara no Campeonato Mundial Indoor de Atletismo, iniciado nesta sexta-feira 7, na Ergo Arena, em Sopot, na Polônia.

Thiago Braz, campeão mundial juvenil e campeão sul-americano adulto, entra na competição com 5,76 m como melhor marca indoor. Ele conseguiu o resultado no último dia 15, em Donetsk, na Ucrânia, quando bateu pela segunda vez o recorde continental em pista coberta em 2014. O anterior foi estabelecido em 9 de fevereiro, com 5,72 m em Malmo, na Suécia.

"Estou animado e o objetivo é sempre saltar mais alto", disse o atleta paulista de 20 anos, que tem também o recorde sul-americano ao ar livre, com 5,83 m, obtido em Cartagena, na Colômbia.

Já Augusto enfrentou alguns problemas na temporada. Ele machucou o pé direito no Meeting de Malmo, quando caiu fora do colchão. Passou por tratamento intensivo e retornou aos treinos para o Mundial. Campeão do Troféu Brasil/Caixa de 2013, o atleta de 23 anos tem 5,50 m como melhor resultado deste ano. Assim como Thiago, Augusto nasceu na cidade de Marília (SP).

Ao lado de Fábio Gomes e de Fabiana Murer, campeã mundial indoor e ao livre, Thiago e Augusto estão desde janeiro na Europa. O grupo treinado por Elson Miranda teve a cidade de Fórmia, na Itália, como base e participaram de algumas competições neste início de temporada. Os atletas contaram com orientações do especialista ucraniano Vitaly Petrov, consultor da CBAt para o salto com vara, que foi treinador dos recordistas mundiais da prova no masculino (o ucraniano Sergey Bubka) e no feminino (a russa Elena Isinbayeva).

Entre os 12 atletas na final, dois se destacam pelas boas marcas conseguidas em 2014. O alemão Malte Mohr, prata no Mundial Indoor de Doha-2010, saltou 5,90 m, no dia 1º de março, em Berlim. Já o britânico Luke Cutts está no start list, com 5,83 m, obtidos em Rouen, na França, no dia 25 de janeiro. O grande destaque da modalidade é o francês Renaud Lavillenie, novo recordista mundial indoor, com 6,16 m. Ele assistirá à prova da tribuna da Ergo Arena porque está contundido. Lavillenie sofreu um corte no pé esquerdo em Donetsk, Ucrânia.