Tweet enviado a Ennis com apologia ao estupro vira alvo de investigação

14/11/2014 17:09

Após entrar na briga contra a recontratação de Ched Evans, condenado por estupro, pelo Sheffield United, campeã olímpica é atacada em rede social.

 

A polícia britânica está investigando um tweet enviado à campeã olímpica do heptatlo Jessica Ennis. A mensagem continha uma apologia ao estupro e foi uma resposta de um usuário da rede social à postura da atleta contra a recontratação do atacante galês Ched Evans pelo Sheffield United, time inglês de futebol da terceira divisão. Ennis, que é homenageada pelo clube de sua cidade natal no estádio Brammal Lane, não quer sua imagem associada à do jogador, que deixou a prisão no mês passado após cumprir metade da condenação por estupro. As informações são da BBC.

Na quinta-feira, Jessica divulgou um comunicado afirmando que, caso Evans seja recontratado, ela pedirá que seu nome seja retirado de um dos setores do estádio Brammal Lane, homenagem feita a ela após a conquista do ouro olímpico no heptatlo. Poucas horas depois, um usuário escreveu uma mensagem ofensiva em relação ao caso.

- Espero que ele a estupre - postou o usuário do Twitter.

Apesar de ter deletado sua conta na rede social depois do comentário, o usuário ainda pode responder pela ofensa. A polícia de South Yorkshire informou que está apurando o caso.

- Os oficiais estão se esforçando para contactar tal indivíduo e abriram uma investigação sobre os posts online - comunicou a polícia de South Yorkshire.Também na quinta, a jornalista Charlie Webster pediu demissão ao vivo do time da terceira divisão inglesa depois de saber os dirigentes do clube têm intenção de recontratar Evans. A repórter é bastante conhecida na Inglaterra por fazer participação em diversos programas esportivos do Reino UnidoCharlie Webster foi seguida por outros dois patronos do clube em sua decisão. Lindsay Graham, que faz sucesso na Inglaterra dando dicas de alimentação, e Larry Berry, estrela da música pop dos anos 60, também renunciaram ao posto.

Em abril de 2012, Evans foi condenado a cinco anos de prisão por ter abusado de uma jovem de 19 anos, em 2010. Na ocasião, o atacante disse que a moça consentiu o envolvimento. No entanto, o processo provou que na verdade ela estava em elevado nível de embriaguez. Ele cumpriu metade da pena e foi liberado em outubro

De acordo com o matéria do "Daily Mail", depois que o jogador deixou a prisão, cerca de 20 torcedores do time exaltaram o atleta de 25 anos. Na vitória fora de casa por 2 a 0 sobre o Bradford, os fãs gritaram o nome de Evans.