DUDA TERMINA EM QUINTO NO SALTO EM DISTÂNCIA NO MUNDIAL DE ATLETISMO

19/08/2013 11:01

Nossa principal esperança de medalha para o Brasil neste Mundial de Atletismo de Moscou, Mauro Vinícius da Silva, o Duda, ficou perto do pódio do salto em distância, mas acabou na quinta colocação da final realizada nesta sexta-feira e manteve a seca do País na Rússia. O ouro ficou com o russo Aleksandr Menkov, a prata foi para o holandês Ignisious Gaisah e o bronze para o mexicano Luis Rivera. Assim, o Brasil segue sem medalhas na competição.

Duda era um dos favoritos da prova, já que é o atual campeão mundial indoor, mas caiu diante do grande favorito Menkov, que registrou as três melhores marcas da final. O brasileiro saltou 8,24m em sua sexta e última tentativa, três centímetros a menos que o mexicano Rivera, que terminou com o bronze.

Se tivesse ao menos igualado seu recorde pessoal de 8,31m, Duda teria terminado com a medalha de prata. Isso porque Menkov foi o primeiro colocado disparado, com 8,56m, melhor marca do ano, mas o segundo, Gaisah, ficou 27 centímetros atrás, com o salto de 8,29m.

Nesta sexta-feira, Duda parecia nervoso no início e queimou os dois primeiros saltos. Ele precisava de uma boa marca no terceiro para seguir na competição, já que apenas os oito primeiros entre os 12 finalistas teriam direito aos últimos três saltos, e conseguiu passar com 8,09m. Os dois melhores saltos do brasileiro, 8,23m e 8,24m, foram, respectivamente, a quinta e a sexta tentativas.

"Achei que tinha dado 8,30m, então eu iria entrar na briga por medalha. Deu a sensação de que foi mais longe. Lutei, mas não deu, briguei até o último salto", disse Duda, em entrevista ao SporTV. "O Brasil está evoluindo, cada vez com mais atletas nas finais", completou.

Atual campeão mundial, o britânico Greg Rutherford sequer passou das eliminatórias, o que embolou o grupo de favoritos. Menkov chegou à final como vice-líder do ranking mundial, atrás do mexicano Rivera. A melhor marca das eliminatórias (8,25m), no entanto, era de Eusebio Cáceres, que terminou em quarto, com 8,26m.

O novo campeão mundial foi elogiado por Duda, que agora só pensa em melhorar seu desempenho para chegar bem à Olimpíada do Rio, em 2016. "Disse que o Menkov vinha para o ouro e ele venceu. Agora, penso para frente, Olimpíada no Rio, fazer o índice. Saio com a sensação de dever cumprido. Fiz a minha média, 8,20m para cima."


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!